Nós

Nós

Atados

Nós

Cegos

Apertados

Amarrados

Antes, durante e pós

Para sempre

Contundentes

Nós

Obra registrada e todos os direitos reservados

Obsceno

Na cama, eu sou obsceno

Não meço palavras

Nem tenho reservas

Muito menos, pudores

Sou cobra criada

Um tanto perversa

Que solta o veneno

Que deixa a mordida

Que lambe a ferida

Que mata de amores

 

Obra registrada e todos os direitos reservados

Clique para comentar ou ler

 

Bode

B   om

O   rdenado

D   emanda

E    sforço

Clique para comentar 

Obra registrada e todos os direitos reservados