Um Grande Equívoco do Pequeno Príncipe

Amitrano

Todos conhecemos o livro de  Antoine de Saint Exupéry , O Pequeno Príncipe… Com certeza, podemos tirar muitas lições de vida desse livro que conta a história de um homem que se encontra com o seu “eu criança”.

Mas, uma frase que repetimos de cor, vem sendo reconhecida como uma grande verdade, quando tem se demonstrado um grande equívoco e levado culpa a muita gente: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”… Vejamos essa afirmação:

Primeiro, a questão da responsabilidade. Na verdade, não somos responsáveis por cativar ninguém. Cada um é cativado pelo próprio desejo.

Deixamo-nos cativar porque achamos que nos oferecendo ao outro, encontraremos nele algo que nos completa. Ou seja, o cativado se coloca nessa posição porque de alguma maneira é também recompensado por isso. Dessa forma, ambos são responsáveis pela conquista. Por isso, quando conquistamos ou somos conquistados, precisamos entender e aceitar a nossa própria responsabilidade nesse processo.

Segundo, a questão do “eternamente”…  Nada mais aprisionador e ameaçador do que essa palavra. “Nunca diga nunca’’ e ‘’pra sempre sempre acaba”. São frases sábias.

Não devemos nos prender a ninguém sob o pretexto eterno, simplesmente por culpa ou por nos sentir responsabilizado. Liberdade! A boa relação é renovada ou, não; a cada dia. É claro que não estamos falando de falta de compromisso. Antes, de um compromisso maduro baseado no amor voluntário e não, na culpa.

Enfim, em alguns pontos, o pequeno príncipe precisa crescer e amadurecer. Especialmente, quando se fala em conquista. Que ela seja responsável de ambos os lados e que, como diz o poeta, seja eterna enquanto dure. E tomara que dure muito.

Clique e comente no final da página

2 comments on “Um Grande Equívoco do Pequeno Príncipe”

Sim AMITRANO .
O caminho é esse.Cativar é criar laços sendo isso
primordial em nossas vidas e simultaneamente cada um tornar -se responsável por si mesmo.
Cito uma colocação feita por A.G. ROEMMERS , autor do livro O RETORNO DO JOVEM PRÍNCIPE:
” OS SERES HUMANOS NÃO PODEM DAR O MELHOR DE SI , COM SEU AMOR E SUA FORÇA CRIATIVA , SE NÃO ESTIVEREM LIVRES.”
MUITO SIGNIFICATIVO O SEU TEXTO , AMITRANO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *